InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Líder talebã acusado da morte de Bhutto anuncia trégua

Ir em baixo 
AutorMensagem
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Líder talebã acusado da morte de Bhutto anuncia trégua   Qui Abr 24, 2008 1:42 pm

Líder talebã acusado da morte de Bhutto anuncia trégua


Baitullah Mehsud
Mehsud é considerado um dos maiores líderes do Talebã no país
Um dos maiores comandantes do Talebã paquistanês ordenou que seus homens cessem os ataques no Paquistão após o início de negociações de paz com o novo governo do país.

Baitullah Mehsud é acusado pelo governo do Paquistão de ser responsável pelo ataque que matou a ex-premiê Benazir Bhutto, no final do ano passado, além de ter ligações com a rede Al Qaeda.

Acredita-se que ele controle cerca de 20 mil homens em uma área na região do Wazaristão do Sul, próxima à fronteira com o Afeganistão.

A liderança do Talebã paquistanês elogiou a libertação, na noite de segunda-feira, de um alto comandante de outro grupo militante.

Pouco depois, um folheto assinado por Baitullah começou a circular na turbulenta área tribal nas proximidades com a fronteira afegã.

"Baitullah Mehsud informa a todos os integrantes do Talebã que atividades provocativas estão proibidas em nome da paz", diz o folheto, que afirma que qualquer um que desrespeite a lei será punido.

"Nenhum argumento será aceito. É uma ordem expressa", diz.

Desconfianca

De acordo com correspondentes, o acordo entre governo e líderes tribais incluiria o fim da militância, a troca de prisioneiros e a retirada das Forças Armadas da area, além da expulsão de militantes estrangeiros.

Tradicionalmente, a região tribal paquistanesa funciona em um regime semi-autônomo. O Exército do país entrou pela primeira vez na área após o Paquistão se tornar um importante aliado do governo americano na chamada "guerra contra o terror", na seqüência dos atentados de 11 de setembro de 2001.

A estratégia violenta do governo do presidente Pervez Musharraf, que provocou centenas de vítimas civis e militares, vinha sendo bastante criticada dentro do Paquistão. O novo governo, eleito este ano, prometeu usar o diálogo com os militantes.

A correspondente da BBC em Islamabad, Barabara Plett, afirma que "integrantes do governo americano apóiam cautelosamente os esforços do novo governo, mas admitem que estão preocupados e que existe um problema com este tipo de acordos".

"Negociações parecidas transformaram algumas áreas tribais em refúgios para militantes do Talebã e da Al Qaeda que atacam tropas da Otan no Afeganistão", diz ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Líder talebã acusado da morte de Bhutto anuncia trégua
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» As últimas palavras dos ateus na hora de sua morte
» A morte humana sempre fez parte do plano de Deus?
» O que pensam os ateus sobre a morte? o que acham pra onde irao ou que vai acontecer depois de morrer?
» O crente que comete um pecado para morte vai para o inferno ou somente morre fisicamente?
» A Morte do Sol

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: